Seguidores

Cinema Latino

quarta-feira, 23 de maio de 2012

"Teresa, o corpo de Cristo", Espanha, 2007.


Ficha técnica:
Título no Brasil:  Teresa, o Corpo de Cristo
Título Original:  Teresa, el cuerpo de Cristo
País de Origem:  França / Espanha / Inglaterra
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 97 minutos
Ano de Lançamento:  2007
Estúdio/Distrib.:  Paris Ffilmes
Direção:  Ray Loriga
Elenco:
Paz Vega (Teresa)
Leonor Watling (Doña Guiomar de Ulloa)
Geraldine Chaplin (Priora)
Eusebio Poncela (Frei Gaspar Daza)
Amparo Valle (Mari Briceño)
Manuel Morón (Provincial)
Francesc Garrido  (Salcedo)
Paula Errando  (Juana)
Álvaro de Luna (Pai de Teresa)
José Luis Gómez (Frei Pedro de Alcántara)
Ángel de Andrés López (bispo de Toledo)
Andrés Gertrúdix (Rodrigo)
Antonio Ross (Dominico Sinestro)
Eduardo Puceiro (Padre Vicente Barrón)
Javier Mejía (Francisco de Borja)

Em cena Paz Vega (Teresa) e Leonor Watling (Doña Guiomar)
Sinopse: Teresa de Cepada y Ahumada, filha de um fidalgo de Ávila, não aceita seu papel como mulher em um mundo de homens. Ela não se contenta em ser apenas esposa e mãe. Ela sente que há algo mais. Ela quer escrever, ler, aprender. Na busca por esse “algo mais” de que sente falta, Teresa vai para um convento de clausura, mas sua decepção não poderia ser maior. Ela logo descobre que por trás das paredes do convento, reina o mesmo materialismo e frivolidade de que ela está tentando fugir. Teresa, então, decide iniciar uma cruzada baseada em oração e sacrifício, pela qual primeiro será considerada rebelde e louca, para então se tornar uma líder e, enfim, uma santa. Esta é a história de uma mulher excepcional que viveu em uma época turbulenta. Uma linda mulher que lutou contra o mundo... e venceu.


Meu comentário: Nunca tinha visto este filme. O curioso é que deixei o vídeo ligado e saí da sala, tinha perdido os créditos iniciais e me surpreendi em ver Paz Vega no papel principal, aliás quando ela vestiu o hábito é que quase não a reconhecia não tanto pela caracterização, mas pela atuação. Leonor Watling também está surpreendente, e claro, curti muito a ilustre presença de Geraldine Chaplin como a Priora do Convento, sua atuação também é primorosa.


Curiosidades: Muitos filmes em Espanha foram feitos sobre Teresa de Ávila, aquela que foi considerada a Doutora da Igreja. Quase todos fieis à história original.

Um comentário:

  1. Interessante enredo, além do elenco excelente. Deve ser um ótimo filme.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin